Rio de Janeiro, 24 de setembro de 2018

Seguro Saúde para funcionários

Benefício que é bom para quem trabalha e também uma garantia para quem emprega Continue lendo

Leandro Schneider (1)
tamanho do texto:

Juliana Marques

Oferecer um plano de saúde para os funcionários do seu condomínio pode ser vantajoso por inúmeros fatores. Poder proporcionar este tipo de benefício para o funcionário é uma maneira de protegê-lo e retê-lo, por isso fique por dentro de todas as condições que envolvem a contratação de um plano de saúde para a sua equipe para maior tranquilidade da sua gestão.

Iniciativa não é obrigatória

A folha de pagamentos e os encargos são os campeões dos custos no condomínio, segundo o Secovi, Sindicato da Habitação. Diante disso, a dúvida mais recorrente entre síndicos e administradores diz respeito à obrigatoriedade da concessão de planos de saúde por parte dos condomínios aos seus empregados.

Não existe uma lei que obrigue o condomínio a oferecer tal benefício quando muito a questão vem contida em convenção coletiva de trabalho ou em acordos coletivos da categoria profissional. Nesses casos a negociação é mais fácil, pois o acordo pode ser feito da melhor forma para ambas as partes.

A convenção coletiva em vigor, do Sindicado dos Empregados em Edifícios e Condomínios do Município do Rio de Janeiro – SEEMRJ, afirma que a obrigatoriedade é estabelecida somente para a contratação de seguro de vida e acidentes. “Os empregadores ficam obrigados a contratação de seguro de vida, individual ou em grupo, em apólice específica, junto à companhia de sua preferência, em favor de seus empregados, devendo cada um ser segurado em, no mínimo, 25 (vinte e cinco) vezes o valor do salário mínimo nacional para os casos de morte natural ou aposentadoria por invalidez, por doença ou acidente, e de 50 (cinquenta) vezes o referido valor, para os casos de morte acidental, sendo certo que tal seguro é totalmente mantido pelos empregadores, ressalvados os casos de restrições impostas pela SUSEP para contratação do seguro, hipótese em que fica o condomínio liberado de tal obrigação”.

O síndico deve atuar sempre em parceria com a administradora, visto que este entrosamento é fundamental para ter bons controles trabalhistas e custos controlados. Cabe à administradora estar atenta às exigências da convenção coletiva, da CLT, às alterações na legislação, ou seja, deve ser uma empresa atualizada e atuante para oferecer o respaldo necessário ao condomínio em casos como esses.

Por sua vez, o síndico também precisa se empenhar em conhecer os custos trabalhistas do seu condomínio e conversar com seus funcionários. O descontentamento do funcionário com suas condições de trabalho e sua remuneração podem acarretar em outros problemas como faltas e atrasos, justificados ou não, gerando uma situação que atrapalha a rotina do condomínio. Há ainda outras questões trabalhistas que exigem atenção do síndico, como outros benefícios previstos na convenção coletiva, uniformes, vestiário, refeitório apropriados etc.

No entanto, uma coisa é certa: contratar um plano coletivo de saúde para os funcionários do seu condomínio pode trazer muito mais vantagens do que você imagina por uma razão muito simples: diversas pesquisas apontam que o benefício é o segundo item mais valorizado pelos empregados, ficando atrás apenas do próprio salário. A oferta de um convênio, portanto, pode ser fator crucial para contratar e reter bons profissionais. Porém, não é tão simples escolher e contratar um plano que atenda às expectativas de quem o usa — ao mesmo tempo que não prejudique o orçamento do condomínio.

O custo do plano varia de acordo com o número de funcionários segurados e com o tipo de cobertura escolhida. A corretora de seguros APSA oferece planos coletivos, completos e econômicos especiais para funcionários de condomínios e dependentes. Todos os planos cobrem consultas médicas, utilização de unidades laboratoriais e de imagem, além de internações em clínicas e hospitais. A corretora firmou uma parceria com a Assim Saúde que dispõe de condições comerciais diferenciadas.

Segundo o gerente da corretora de seguros APSA, Leandro  Schneider, a empresa oferece aos condomínios benefícios diferenciados dos demais encontrados no mercado. “Nosso diferencial é o atendimento que o segurado possa vir a ter, tanto na rede credenciada dos planos que oferecemos, quanto na corretora.  Hoje temos uma equipe que monitora e acompanha a utilização do plano por cada condomínio, isso nos ajuda a administrar melhor as demandas de cada cliente e faz com que ele seja melhor atendido”, explica Leandro.

Redução do absenteísmo é um dos ganhos para o condomínio

Para grupos de funcionários acima de 30 pessoas, as carências dos planos são dispensadas e as coberturas são imediatas. Já para grupos inferiores a 30 pessoas, pode existir carências, mas é possível negociar para obter a sua extinção ou a redução dos seus prazos. Além disso, outra particularidade da corretora é o preço especial na contratação do seguro saúde coletivo para condomínios administrados pela APSA. É o caso do condomínio Vila Rosa Residências, localizado em Vila Isabel.

Os funcionários do condomínio contam com o benefício há cerca de dois meses e o síndico já percebeu a satisfação de todos com a contratação do plano. “Percebemos que fornecer o plano de saúde seria uma forma de dar mais tranquilidade para os nossos funcionários que podem utilizá-lo em consultas médicas de todas as especialidades, exames complementares, como raio-x, exames de sangue, fisioterapia, nutricionista, emergências em hospitais da rede ASSIM, além de poderem contar com médicos credenciados em outros municípios do Estado, já que o plano possui abrangência estadual”, explica o síndico Murilo Amaral. No Vila Rosa, a contratação do plano não afetou o orçamento, pois o síndico aproveitou o momento de revisão anual dos custos fixos para compor o índice de despesas com os funcionários, de acordo com a capacidade orçamentária do condomínio. “Contamos com o apoio do conselho fiscal e da subsíndica. Dessa forma, o assunto já estava discutido e bem revisto quando foi apresentado na Assembleia de moradores, que recebeu bem a proposta”, ressalta o síndico.

Escolher o plano mais adequado para os funcionários do condomínio pode ser uma tarefa difícil, por isso contratar uma seguradora de confiança é o principal ponto de partida para ajudar a compreender quais são as suas maiores necessidades, já que existem planos mais adequados para cada perfil. Um condomínio nunca é igual ao outro e, consequentemente, seus funcionários também não, dessa maneira, entender os hábitos deles é a base ideal de informação que você vai precisar. Pense também na abrangência geográfica, ou seja, onde o condomínio está localizado e onde a maioria dos funcionários mora. Se for no mesmo perímetro urbano o síndico pode optar pela contratação de planos regionais, que custam cerca de 30% menos do que planos de abrangência nacional.

“Poder contar com um seguro de saúde para os funcionários é de extrema importância para o condomínio. Quando os nossos funcionários precisam cuidar da sua saúde e da saúde dos seus dependentes acabam perdendo muito tempo em filas de espera e à procura de atendimento no serviço público de saúde, o que impacta diretamente no rendimento dele no trabalho”, destaca o síndico do condomínio Vila Rosa. Leandro Schneider concorda que as principais preocupações que os síndicos têm ao contratar este tipo de plano estão relacionadas ao bem-estar dos seus funcionários. “O cuidado de alguns síndicos em proporcionar uma qualidade de vida melhor para seus empregados faz com que eles valorizem mais o seu empregador e a se sentir mais animado para realizar as suas atividades no trabalho. Os síndicos deveriam ficar mais atentos a isso”, afirma o gerente.

A aceitação dos moradores depende dos argumentos e de como você apresenta o projeto. É importante o síndico discutir o assunto previamente com todos os membros do conselho de administração do condomínio e levar para o debate em Assembleia todas as explicações sobre o tema em questão, assim, será mais fácil conseguir a aprovação dos moradores. Mesmo que a convenção do condomínio não exija essa aprovação é importante levar o assunto para o conhecimento de todos a fim de estimular uma gestão participativa e transparente.

Proporcionar um plano de saúde para os funcionários do seu condomínio pode resultar nos seguintes benefícios:

  • redução de custos com absenteísmo;
  • redução da rotatividade de funcionários;
  • diminuição dos custos com acidentes de trabalho;
  • redução do número de afastamentos médicos;
  • minimização do risco de sofrer ações trabalhistas;
  • melhora da reputação do condomínio perante moradores, administradoras e funcionários;
  • aumento da produtividade