Rio de Janeiro, 15 de março de 2016

O ano do esporte

Confira o que condomínios cariocas estão preparando para levar o clima dos Jogos Olímpicos para seus espaços Continue lendo

tamanho do texto:

Mario Camelo

E depois de tanto falarmos dele, finalmente chegou 2016, o ano das Olimpíadas. De 5 a 21 de agosto, o Rio de Janeiro vai realmente assumir o status de Cidade Olímpica e receber 10.500 atletas de 206 países, que vão disputar 306 provas de 42 esportes em 17 dias, incluindo duas novidades: Golfe e Rugby. Serão 32 locais de competição, espalhados por quatro regiões da cidade. E alguns condomínios cariocas também se inspiraram em toda essa confraternização que o esporte traz e criaram campeonatos esportivos e de outras atividades para aproximar os moradores, incentivando hábitos saudáveis, bem-estar e, claro, promovendo a boa convivência entre os vizinhos nesta época.

É o caso do Condomínio Nova Ipanema, um complexo de 8 edifícios e 100 casas, localizado na Barra da Tijuca, e que reúne mais ou menos 3 mil moradores. Por lá, já há 13 anos acontece o famoso Torneio de Tênis do Nova Ipanema, competição esportiva entre condôminos e amigos, que ganha mais força em anos de Olimpíadas ou eventos como os Jogos PanAmericanos. Segundo o diretor de esportes e eventos do condomínio, André Caffilatti, os moradores naturalmente buscam mais atividades durante essa época. “O nosso torneio de Tênis é um sucesso especialmente por ser aberto, ou seja, aceitamos inscrições de moradores de todos os condomínios da região. Então, o clima é total de confraternização e os Jogos Olímpicos geram um interesse muito maior do público, afinal, a cidade respira o esporte e todos querem participar de alguma maneira”, diz.

O torneio acontece durante três semanas, nas quadras de tênis do Nova Ipanema e somente duplas podem se inscrever. Na última edição, foram 150 atletas. “A divulgação é feita por disparo de e-mail, internet, Facebook, site do condomínio e no boca a boca. Normalmente, as inscrições se encerram em menos de um mês e são feitas na secretaria do condomínio”, explica ele.

De tão grande, há alguns anos, o torneio ganhou o patrocínio do Barra Shopping, um dos maiores shoppings da América Latina, que se interessou em apoiar a disputa. “Quando se trata de condomínio, é maravilhoso ter um patrocínio porque não gera custos para os moradores e eles se sentem ainda mais contentes com a competição. Para este ano, com as Olimpíadas, a nossa ideia é montar os nossos Jogos com diferentes esportes que também praticamos por aqui, como o Futebol, o Judô, o próprio Tênis e os mais tradicionais, que seriam Vôlei, Basquete e Handebol. No entanto, ainda estamos buscando patrocinadores. Esperamos conseguir fazer a maior quantidade de eventos esportivos até o fim do ano. Essa é a meta”, afirma o diretor do condomínio, que, este ano, ainda vai promover torneios de futebol, luta e, se tudo der certo, abrir novas escolinhas de esportes variados para as crianças.

Já na Zona Sul da cidade, no bairro do Catete, no Condomínio Quartier Carioca, administrado pela APSA, são promovidos torneios de Futebol e também competições de atividades como capoeira e dança, somente para os moradores. Gestor da APSA no condomínio há quatro anos, Ismael Vidinha conta que os torneios também surgiram com a ideia de promover a confraternização.

“Temos 168 unidades, além de 15 lojas e um cinema. São mais ou menos 2.800 moradores, então, decidimos criar competições justamente com esse objetivo. E deu bastante certo! Os moradores adoram e mais do que competir, confraternizam e se divertem bastante. Como é muita gente, a maioria dos condôminos não se conhecia e é muito bom ver que, depois dos torneios, eles realmente se aproximaram mais. Acredito que o Esporte tem esse poder de despertar um sentimento de união e vitória. É assim entre as equipes profissionais e entre as equipes de moradores”, conta.

A divulgação das provas também é feita pelos murais do prédio e internet. E segundo o gestor, tudo já está incluído no orçamento do condomínio. Ou seja, os torneios não geram nenhuma taxa extra.

No Quartier, as competições de Dança são em casais e as de capoeira direcionadas às crianças. Este ano, Vidinha ainda pretende promover campeonatos de Ping Pong, ou Tênis de Mesa, que também são uma febre no condomínio. “É muito bacana de ver como eles próprios montam os times e se organizam. O clima é totalmente fraternal. Normalmente, promovemos os torneios em períodos de férias para que as crianças possam participar tranquilas, mas, este ano, por conta das Olimpíadas, já vamos começar em março. E o interesse do público infantil também é cada vez maior, o que é excelente para a convivência no condomínio”, completa.

Especialista em mercado esportivo e professor de Tênis do Nova Ipanema, Reinaldo Vazquez lembra ainda que além do aumento do interesse geral por esportes nessa época, as crianças também costumam pedir mais aos pais que para ingressar em escolinhas esportivas. “Estamos recebendo muitos torneios esportivos aqui no Rio. Além das Olimpíadas, o maior torneio de Tênis da América Latina, o Rio Open, acontecerá em fevereiro na cidade e vêm mais por aí. Então, isso traz renovação e as crianças se interessam. Nós que trabalhamos com esporte, sentimos que também está acontecendo um culto à vida saudável e a cidade está se movimentando para impulsionar ainda mais esse sentimento. Então, torço bastante para que a nova geração se interesse pela vida esportiva”, conclui

 

A ILHA PURA

Batizada de Ilha Pura, a vila olímpica dos Jogos de 2016, localizada na Barra da Tijuca, já está quase pronta. Serão ao todo 31 prédios de 3.604 unidades em um terreno de 820 mil m². Para a vila, serão usados 206 mil m². Durante as Olimpíadas do Rio, 18 mil pessoas, incluindo cerca de 11 mil atletas, ficarão alojadas em apartamentos que têm de 77m² a 230m². São mais de dez tipos de prédio, todos com 17 andares, e 11 plantas diferentes de apartamentos.

Posteriormente, após as Olimpíadas, as unidades serão comercializadas. O espaço é praticamente um bairro e todo elaborado e construído com iniciativas sustentáveis. A Ilha Pura foi reconhecida e certificada pelas principais instituições se Sustentabilidade do país e é o primeiro a receber a chancela LEED ND na América Latina, concebido pelo Green Building Council. É também o primeiro com certificação AQUA Bairros e Loteamentos no Rio de Janeiro, além de ter todos os condomínios certificados com o selo AQUA habitacional.