Rio de Janeiro, 12 de maio de 2015

Muita história para contar…

Empresa inaugura o seu próprio Acervo Histórico Continue lendo

tamanho do texto:

Há mais de 80 anos, a APSA tem participado ativamente da história do Rio de Janeiro. Um legado transmitido de geração para geração, que teve início na gestão de Carlos Henrique Schneider, o patriarca da família Schneider, que fez da empresa a maior administradora de condomínios do país. Uma trajetória recheada por muitas curiosidades, desafios e – é claro! – muitas conquistas. Foi com o objetivo de eternizar esses momentos que, no último mês de março, a empresa inaugurou o seu próprio Acervo Histórico, instalado em sua sede, na tradicional Travessa do Ouvidor, no centro da cidade.

Documentos bibliográficos, como fotos da inauguração de todas as suas agências, eventos comemorativos, treinamentos, materiais de campanhas comerciais e promocionais das áreas de negócios, exemplares de publicações internas e externas, como da própria Revista SÍNDICO, que teve início sob o título de “Boletim do Síndico”, e hoje se consolidou como a revista mais conceituada do mercado imobiliário, há mais de 35 anos de atuação.

“Nosso objetivo foi o de perpetuar a nossa cultura organizacional, valorizar nossa origem e através desse espaço compartilhar com as pessoas essas relíquias”, enfatiza Fernando Schneider, diretor superintendente da APSA, neto de Carlos Henrique. Ele explica ainda que, dentro do processo de Governança Corporativa seguido pela empresa já há alguns anos, coube ao Conselho de Família esse projeto histórico. “Era um compromisso antigo, que foi conquistado graças ao empenho de muitas pessoas. Acreditamos de verdade que precisávamos desse Acervo – nossa família, nossos colaboradores e a nossa cidade. Construímos tudo isso juntos”, declara.

Fernando, aliás, não tem dúvidas de que a história da APSA se confunde com a história da família Schneider e com a história do Rio. “A empresa cresceu junto com o desenvolvimento desta cidade, e à medida que a cidade se expandia a empresa acompanhava o mesmo movimento. Foi assim até a década de 90. Depois, demos início à expansão nacional, mas todo esse processo partiu daqui”, explica o diretor, que está à frente da cadeira executiva há cerca de 10 anos.

Questionado sobre a peça que, segundo ele, seria a mais valiosa dentro do Acervo, Fernando não tem dúvidas de que seriam os documentos pessoais de seu avô, o fundador da APSA. Seu pai, Ronald Schneider, concorda com ele: “foi emocionante redescobrir tudo isso, rever nosso passado e entender que nosso presente só foi conseguido através do espírito empreendedor desse homem”, revela. Ronald, aliás, faz parte do Conselho de Família, ao lado da sua irmã Grace Schneider, e as sobrinhas Úrsula Schneider e Frances Correa, que trabalham juntos para preservar as conquistas da empresa para as próximas gerações.

Hoje, contando com mais de 600 colaboradores, a APSA administra cerca de 3 mil condomínios e 85 mil imóveis em todo o país, com filiais no Rio, Salvador, Fortaleza, Curitiba e Recife, o que representa mais de 320 mil pessoas atendidas. “Temos orgulho do nosso passado, mas ainda temos muito futuro pela frente. Não paramos de crescer, de buscar inovação em nossos processos e de trabalhar incessantemente em prol do melhor atendimento aos nossos clientes”, finaliza Fernando.