Rio de Janeiro, 7 de agosto de 2014

Les Palais Botafogo

O dia a dia de um condomínio de alto padrão, que oferece serviços diferenciados e tem condôminos exigentes, não é fácil. Para manter uma gestão impecável, é necessária uma administração profissional. Continue lendo

tamanho do texto:

Texto: Vanessa Sol

Cresce cada vez mais o número de condomínios de luxo que oferecem uma infinidade de serviços diferenciados aos seus condôminos, proporcionando mais comodidade, conforto e bem-estar. Localizado no coração do bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, o Condomínio Les Palais Botafogo, com 122 unidades, reúne tudo que um condômino sempre sonhou e não é difícil saber o motivo.

No Les Palais, é possível encontrar paz e tranquilidade nas alamedas do residencial. Com uma área de 36.000 m2 e muita área verde preservada, pode-se desfrutar de momentos de contato com a natureza através de árvores centenárias, plantas, flores, pássaros e outras espécies animais. Um oásis, no meio urbano, ao alcance do condômino.

A sofisticação pode ser percebida desde a entrada dos prédios. As edificações tem nomes imponentes, como Palais de l’Ellysèe, Palais Chaillot, Petit Palais, Grand Palais, Palais Versailles, Palais Royal, Palais Saint Louis, Palais Bourbon e Palais Chaverny, verdadeiros palácios para quem mora.

Além dos nove blocos, com no máximo cinco andares, há duas jóias raras da arquitetura: o Chalet Olinda e o Santa Clarice. As edificações compõem o conjunto arquitetônico da Antiga Santa Casa de Saúde Dr. Eiras. O Chalet Olinda é uma edificação em estilo romântico, construída no início do século XIX, quando o bairro de Botafogo ainda conservava o seu aspecto de chácara. Já o Santa Clarice é uma construção em estilo neoclássico, construída quase meio século depois. Elas são o testemunho de duas épocas distintas da formação do bairro de Botafogo.

A construção do Condomínio Les Palais Botafogo preservou os dois belos imóveis históricos. Suas fachadas podem ser vistas desde a praça da fonte. Estes dois patrimônios, por apresentarem interesse histórico e cultural, foram restaurados e adaptados para receber o complexo de lazer do condomínio. O tombamento do Chalet Olinda aconteceu, em setembro de 1987, por meio de um decreto municipal. Já a preservação do Santa Clarice foi determinada por outro decreto, em fevereiro de 2003.

Nas instalações do Santa Clarice, os condôminos podem desfrutar de intensos momentos de descontração no salão de festas com lounge, pista de dança e área multiuso. Além disso, há o Home Cinema, com capacidade de aproximadamente 30 pessoas. Na brinquedoteca, a diversão para a criançada é garantida enquanto os pais curtem os outros espaços.

E não para por aí. Os amantes dos jogos podem aproveitar os momentos de folga no segundo piso do Santa Clarice, que comporta duas salas de jogos, uma para sinuca e outra para jogos de cartas, além da sala de música equipada com piano de cauda, bateria e violão, e um terraço com uma belíssima vista.

Os momentos de integração que o Les Palais proporciona aos seus condôminos são inúmeros, principalmente, por conta da diversidade de serviços oferecidos. No Chalet Olinda, a saúde fica em dia com a prática de atividades esportivas, que podem ser realizadas na sala de spinning, na musculação, nas salas de ginástica, de yoga, de pilates, de danças e lutas e artes marciais. E na hora de relaxar, nada melhor que a sauna úmida, e para dar aquele trato no visual, o salão de beleza e o SPA deixam as condôminas ainda mais bonitas. Fazem parte, ainda, da lista de serviços oferecidos no Les Palais a Sala de Leitura com Biblioteca e o Atelier de Artes.

As áreas externas de lazer também dão um banho de requinte. Anexa ao Chalet Olinda, a piscina com raia de 25 metros é uma boa pedida para quem gosta de nadar. Na área de lazer panorâmico, há outras duas piscinas recreativas, uma para adulto e uma para crianças, solarium, sauna seca, quadra polivalente e playground.

Quando assunto é segurança, não faltam cuidados para proteger o Les Palais. Cerca elétrica em toda a extensão do muro externo, ­ sensores infra­vermelhos no gradil, câmeras com sensor de movimento, monitoramento interno das vias, das entradas e saídas de veículos e pedestres, fechaduras eletromagnéticas, além de micro­câmeras nas portarias, nos elevadores e no hall das escadas de serviço deixam o condomínio mais seguro.

Com uma infraestrutura tão grande e expressiva, é preciso muita cautela e profissionalismo na hora da gestão. Uma administração impecável deve ser marca deste tipo de empreendimento. E para ter os benefícios de uma administração profissional, o Les Palais investiu na Gestão Condomínios Clube APSA, oferecido pela administradora.

A partir deste serviço, o Les Palais conta com atendimento personalizado e exclusivo do gestor condominial Abílio José de Souza Silva, que cuida da gestão de pessoas e rotinas trabalhistas, questões operacionais, como manutenção predial, além de atribuições financeiras, fiscais e legais.  A Gestão Condomínios Clube APSA garante mais eficiência e qualidade e os resultados podem ser sentidos no dia a dia do condomínio. “O Les Palais é um condomínio com muitos diferenciais. A maioria dos serviços que o condômino teria que buscar fora, ele encontra aqui dentro, o que traz mais comodidade para a rotina dele. Em contrapartida, estes condôminos são bem mais exigentes, por isso é preciso que tudo esteja funcionando em perfeita ordem no momento em que eles forem utilizar ou solicitar determinado serviço. Não pode ter falhas e esse tipo de gestão é fundamental para que tudo funcione bem”, explica Abílio.

O profissional explica que para isso é necessário uma gestão presente. Além da figura do gestor, há uma equipe com mais quatro assistentes atuando no Les Palais Botafogo. O suporte do Backoffice da modalidade Gestão Condomínios Clube APSA também é um elemento importante de suporte para a administração das atividades diárias.

De acordo com o síndico do Les Palais Botafogo, Márcio Frederico Moreira de Souza, são muitas as responsabilidades do síndico de um empreendimento como o Les Palais Botafogo. Ele ressalta, ainda, a necessidade de estar sempre atento às mudanças na legislação que afetam todos os condomínios. “Hoje em dia, a legislação vem mudando muito. Então, temos que estar atentos sempre para atualizar o condomínio dentro dos novos parâmetros vigentes”, explica o síndico.

Por ser um condomínio diferenciado em função de seu tamanho, da diversidade de condôminos e de serviços, Márcio Souza lembra que é importante priorizar a comunicação entre todos os segmentos que compõem a vida condominial. Ele divide esta tarefa com o conselho. “Fico muito em contato com o conselho do condomínio, identificando as necessidades e atuando para solucioná-las, pois fazer com que os serviços oferecidos pelo condomínio tenham qualidade é o que nós buscamos o tempo todo”, finaliza o síndico Márcio Souza.